Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Clube de Leituras Cool

Este é o teu clube de leitura!

Clube de Leituras Cool

Este é o teu clube de leitura!

Almoço de Domingo

Sugestão de leitura da professora Rosário Narciso, do Agrupamento de Escolas José Régio, Portalegre

"Almoço de Domingo", de José Luís Peixoto, mais romance biográfico do que biografia romanceada, apresenta uma narrativa que, de forma muito bem engendrada pelo autor, decorre no futuro, nos três dias que antecedem o nonagésimo aniversário de Manuel Rui Azinhais Nabeiro, o Senhor Rui, como é tratado pelos seus, pelos que conhecem o comendador campomaiorense, e conta uma história que rememora os quase 90 anos de vida de um homem e de uma vila alentejana que ele quis colocar no centro do mundo, recorrendo a analepses e prolepses que se misturam em forma de recordações e ações presentes, que afinal, só acontecerão nos dias 26, 27 e 28 de março de 2021.

Este livro tem muita cal, nas paredes e no coração do escritor e do retratado, corações que tentam ser brancos e que amam a lonjura alentejana, que só quem a vive sabe como é.

É um romance sobre o Senhor Rui, mas também sobre os seus pais e irmãos e sobre os seus filhos, noras, netos e bisnetos, sobre a construção de uma casa cheia de gente viva ou já ida e dos afetos que trocam, porque não há presente que não assente no passado, nem futuro que não seja a consubstanciação dos sonhos de antes.

Esta é a narrativa de um homem que levou a vida a resistir, a sobreviver, a desafiar o que a outros parecia impossível, um homem com sonhos de muito querer que tudo fez para os concretizar.

Manuel Rui Azinhais Nabeiro cumpriu uma vida digna de ser contada e José Luís Peixoto cumpriu a sua missão romanceando-a, foi uma superlativa junção de dois alentejanos, homens de sensibilidade e visão.

502x-11.jpeg

Recomendo a sua leitura a todos os que apreciam este Alentejo branco, de gente forte, capaz de resistir e levar os sonhos para diante.

Escutem as palavras da professora Rosário Narciso, do AE José Régio, Portalegre

2 comentários

Comentar post